Informativo

Hidrelétricas, Legislação e Governo

Operários das usinas no rio Madeira decidem encerrar greve Envie para um amigoImprimir

Os operários das usinas hidrelétricas Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira (RO), voltaram ao trabalho hoje (2), depois de uma assembleia que aprovou os pontos acordados na audiência de conciliação promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 14ª Região, na última sexta-feira (30).

Mas, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil de Rondônia (Sticcero), Raimundo Soares da Costa, as negociações serão retomadas com as empresas, para garantir mais benefícios aos operários.

“Esse foi apenas o pontapé inicial, para voltar ao trabalho. Vamos sentar à mesa de novo para levar a pauta de negociações dos trabalhadores”, diz Costa. Segundo ele, por enquanto, não há previsão de retomar a greve, mas se as empresas não aceitarem as novas reivindicações, que incluem reajuste salarial de 30%, poderá haver uma nova paralisação.

A proposta aceita hoje por unanimidade pelos trabalhadores da Usina Santo Antônio e pela maioria dos operários de Jirau prevê um reajuste de 7% para quem ganha até R$ 1,5 mil e de 5% para quem tem salário maior. Em Jirau, as obras estavam paradas desde o dia 8 de março. Em Santo Antônio, desde o dia 20.

No acordo firmado na Justiça Trabalhista, as empresas também se comprometeram a antecipar parte do pagamento do salário e da cesta básica que os trabalhadores recebem. Também deverão ser pagos até 10 de abril os dias que foram descontados no mês de março, enquanto a greve estava em curso.

(Por Sabrina Craide, com edição de Vinicius Doria, Agência Brasil, 02/04/2012)

« Voltar

BuscaBusca

Conheça nossos parceirosParceiros

BuscaTags